top of page
  • Foto do escritorBeltrão

6 principais mudanças da nova CNH


6 principais mudanças da nova CNH
6 principais mudanças da nova CNH

Em 2022, o Governo brasileiro lançou a nova CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Esse é o documento indispensável para os motoristas, representando não apenas a permissão legal para conduzir veículos, mas também é um símbolo de independência e liberdade.

O novo modelo passa a assegurar aos motoristas mais dispositivos de segurança, o que, entre outras vantagens, ajuda na identificação de fraudes. Nesse cenário, é imprescindível conhecer as atualizações.


O que é a CNH?


A CNH é o documento oficial que comprova a aptidão de uma pessoa para conduzir veículos automotores no Brasil. Ela é emitida pelo Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) de cada estado.

A Carteira Nacional de Habilitação é dividida em diferentes categorias, dependendo do tipo de veículo que o condutor está habilitado a dirigir:

  1. Categoria A: Permite a condução de veículos de duas ou três rodas, como motocicletas, ciclomotores e triciclos motorizados.

  2. Categoria B: Habilita a condução de veículos de quatro rodas, cujo peso bruto total não exceda 3500 kg e que não tenham mais de oito lugares, excluindo o motorista.

  3. Categoria C: Autoriza a condução de veículos de carga, como caminhões, com peso bruto total superior a 3500 kg. Nesta categoria, é permitido tracionar um reboque com peso de até 750 kg.

  4. Categoria D: Permite a condução de veículos de transporte de passageiros, como ônibus, com capacidade para mais de oito lugares, excluindo o motorista.

  5. Categoria E: Habilita a condução de combinação de veículos, como caminhões com reboque ou ônibus com reboque, desde que o peso bruto total exceda 3500 kg.


Além disso, o documento possui informações sobre o condutor, como:

  1. nome;

  2. foto;

  3. número de registro;

  4. categoria(s) de habilitação;

  5. data de validade e;

  6. restrições, se houver.

E a nova CNH?


É uma versão semelhante, mas com a incorporação de algumas mudanças para reforçar a segurança e deixar o documento mais inclusivo e parecido com o padrão internacional.



As 6 principais mudanças na nova CNH


As 6 principais mudanças na nova CNH
As 6 principais mudanças na nova CNH


1. Uso do nome social e inclusão de filiação afetiva

Na nova CNH, pessoas transexuais podem ter seu nome social no documento.

O nome social é impresso no documento e o nome civil fica registrado somente no cadastro acessível via QR Code.

Outra medida de inclusão é a possibilidade de indicar o nome dos pais no campo de “filiação” independente de fatores genéticos. Ou seja, ocorre o reconhecimento da paternidade ou maternidade a partir da afetividade e da convivência.


2. Cor do documento


A nova CNH possui uma cor levemente diferente do modelo anterior. O tom do verde é um pouco mais claro e ganhou a adição de tons de amarelo – referência à bandeira do Brasil.


3. Novos elementos gráficos


ovos elementos gráficos reforçam a segurança da nova CNH:

  1. Tinta especial fluorescente

  2. Itens visíveis apenas com luz ultravioleta

  3. Holograma na parte inferior do documento


Além disso, o QR code, que foi incorporado à CNH em 2017, também segue sendo utilizado na nova CNH.


4. Tabela para indicação da categoria da habilitação


Foi incluída uma tabela com imagens dos tipos de veículo que o condutor está habilitado para conduzir.

Além disso, é feita uma indicação para mostrar se o condutor tem apenas permissão para dirigir (letra P) ou se tem a CNH definitiva (letra D).

Abaixo desse quadro, também foram inseridas informações referentes ao exercício de atividades remuneradas como motorista e/ou restrições médicas.


5. Tradução para inglês e espanhol


A nova CNH traz tradução para inglês e espanhol. Assim, os condutores podem ser identificados em outros países.


6. Código MRZ

Para finalizar, inclui o código MRZ (Machine Readable Zone ou Zona Legível por Máquina), que é o mesmo formato de código usado em passaportes.


Por que a nova CNH é mais segura? 6 principais mudanças da nova CNH


Um dos grandes objetivos da mudança foi reforçar a segurança – especialmente para a proteção contra fraudes e falsificações. Como isso foi colocado em prática?

Além de fotografia e assinatura, foi incluído novos elementos gráficos que dificultam a falsificação:

  1. tinta fluorescente;

  2. itens visíveis apenas com luz ultravioleta;

  3. imagens secretas e hologramas.

Onde fica o código de segurança da CNH nova?


No modelo antigo da CNH, o código de segurança está localizado no lado direito da assinatura do emissor, um pouco abaixo da data de emissão.

Agora, o código de segurança fica embaixo da assinatura do emissor, ao lado direito do campo “Local”.

É importante destacar que os documentos antigos usavam somente um código numérico, composto por 11 dígitos. Entretanto, desde 2017, a CNH passou a utilizar dois códigos: o numérico e o QR Code.


É necessário solicitar a nova CNH?


Um grande ponto de dúvida é: preciso trocar a minha Carteira de Motorista atual? Fique tranquilo: não é necessário solicitar um novo documento se a habilitação está dentro da validade.

Na verdade, a emissão de um novo documento é obrigatória somente nas seguintes situações:

  1. Para conseguir a permissão para dirigir (PPD), com validade de 1 ano;

  2. Substituição da PPD pela CNH definitiva (depois do prazo de 1 ano);

  3. Em casos de adição de categoria na habilitação do condutor;

  4. Alteração de dados que constam na Carteira de Motorista;

  5. Na solicitação de emissão da versão física da CNH (2ª via);

  6. Em situação de reabilitação do condutor;

  7. Quando ocorre a substituição de habilitação estrangeira.

Agora que você conhece as principais mudanças da nova CNH e os motivos pelos quais ela é mais segura e inclusiva, fique atento ao prazo de validade da sua carteira de motorista e evite multas.


6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page