top of page

Maio Amarelo 2023: saiba a importância desse movimento!

Atualizado: 27 de set. de 2023


Maio Amarelo 2023: saiba a importância desse movimento!
Maio Amarelo 2023: saiba a importância desse movimento!

Você sabia que o Movimento Maio Amarelo completa uma década neste ano? Durante esses 10 anos, o Poder Público incentiva a conscientização da população sobre a segurança no trânsito e a importância de ter responsabilidade ao dirigir.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, em 2021, o número de sinistros de trânsito foi de 64.441, uma redução significativa se comparado com 2011, quando a Polícia Rodoviária Federal registrou 192.322 ocorrências no trânsito. Apesar da melhora, ainda há um longo caminho a ser percorrido para evitar ainda mais óbitos causados pelo descumprimento das leis e imprudência ao volante.

Para diminuir ainda mais esses números, a campanha Maio Amarelo é realizada anualmente e, em 2023, as ações serão ainda maiores.


O que é Maio Amarelo?


Como mencionamos anteriormente, a campanha Maio Amarelo completa uma década. Neste ano, o tema escolhido foi: “No trânsito, escolha a vida”, definido na resolução 980/2022, no final do ano passado. O objetivo central do movimento é conscientizar os condutores sobre as precauções que precisam ser tomadas para tornar o trânsito mais seguro e, consequentemente, evitar sinistros de trânsito e fatalidades.

Algumas práticas, como o uso de cinto de segurança e atravessar em passarelas e faixas de pedestres, precisam fazer parte do dia a dia dos motoristas e pedestres, assim como é fundamental respeitar as orientações e leis de trânsito.


Por que a campanha acontece em maio?


A Organização das Nações Unidas (ONU) decidiu escolher o mês de maio para marcar a Década de Ação para Segurança no Trânsito. Assim como o mês, a cor amarela também foi escolhida com um propósito. No trânsito, ela simboliza “atenção”, o que é justamente a essência da campanha Maio Amarelo.


Dados sobre o trânsito no Brasil. Maio Amarelo 2023: saiba a importância desse movimento!


Segundo levantamento realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2022, o Brasil é o terceiro país com mais mortes no trânsito. As vítimas são em sua maioria homens (84%), de acordo com dados reunidos pelo DataSUS, em 2020.

Os mesmos dados apontam os motociclistas como as maiores vítimas no trânsito. Isso por que, apesar do uso de capacetes, eles estão menos protegidos, aumentando a chance de sinistros de trânsito mais graves.

Outro percentual apontado pela mesma pesquisa que deve ser considerado é a faixa etária dos condutores que faleceram, uma vez que são majoritariamente jovens de 20 a 29 anos. Diante disso, torna-se importante avaliar ações com um foco maior em condutores recém-habilitados e com menos de dez anos nas estradas. Maio Amarelo 2023: saiba a importância desse movimento!


O que esperar do Movimento Maio Amarelo 2023?


Além do material de divulgação, neste ano, o Conselho Nacional de Trânsito (Conatran) realizará ações em todo o território nacional, promovendo debates e educando os condutores e pedestres sobre a importância da responsabilidade no trânsito. As blitzes educativas serão um dos principais acontecimentos durante o Maio Amarelo 2023.


Como fazer a escolha certa no trânsito? Confira 5 dicas!


Para além do mês de maio, a responsabilidade no trânsito deve tornar-se um hábito. Então, confira 5 dicas para melhorar a segurança nas pistas.

  1. Respeite as sinalizações

As sinalizações, como placas e semáforos, foram criadas para reduzir os riscos de um sinistro de trânsito nas vias. Por isso, devem ser respeitadas a todo momento. Muitos podem duvidar, mas cada uma das normas e sinais foram criados a partir de estudos e análises de trânsito, portanto há embasamento para sua criação.

  1. Permaneça distante do veículo da frente

Desde o momento em que se inicia o processo de habilitação, os condutores são ensinados sobre a importância de respeitar a distância do veículo da frente. Isso evita que aconteçam sinistros de trânsito, caso o condutor precise frear bruscamente, por exemplo.

  1. Atualize-se sobre a legislação de trânsito

Estar atento às mudanças nas leis de trânsito e manter-se atualizado sobre as boas práticas na hora de dirigir é essencial para prevenir sinistros de trânsito.


O curso de comportamento e direção preventiva é ideal para os condutores profissionais que querem se tornar mais responsáveis ao volante. Já para aqueles que estão com a CNH vencida e tiraram sua primeira habilitação antes de 1998, deve-se realizar o curso de atualização para renovação da CNH, assim o condutor estará preparado para praticar primeiros-socorros e direção defensiva.

  1. Mantenha os pedestres e ciclistas em segurança

Muita atenção ao ver pedestres e ciclistas na via. Os condutores de carros, motos e caminhões são responsáveis pela segurança deles. Por isso, ao ver um pedestre atravessar, ainda que não haja faixa, dê preferência a ele. Isso é uma obrigação prevista pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O mesmo vale para os ciclistas.

  1. Faça revisões regulares do veículo

Não somente a conduta do motorista ao dirigir, como também uma falha do veículo podem ser os causadores de um sinistro de trânsito. Para manter a segurança nas vias, é essencial fazer revisões periódicas e preventivas, ou seja, não espere o carro apresentar um problema para buscar suporte técnico.

Visite a concessionária ou mecânico regularmente e sempre verifique a qualidade dos pneus, faróis, freio, assim como a quantidade de água e óleo. Essa é a melhor forma de prevenir sinistros de trânsito causados por falha mecânica.

Gostou de saber mais sobre a campanha Maio Amarelo e suas ações? Ao seguir essas dicas e respeitar as leis de trânsito você estará preservando a sua vida e a dos demais condutores.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page