top of page

Habilitação A e B: saiba se é possível solicitar ao mesmo tempo e como fazer



Habilitação A e B: saiba se é possível solicitar ao mesmo tempo e como fazer
Habilitação A e B: saiba se é possível solicitar ao mesmo tempo e como fazer

Conforme a  Resolução 789/20, o candidato que possuir os requisitos necessários pode solicitar a habilitação A e B ao mesmo tempo.

Antes da resolução, o candidato precisava fazer o processo para conquistar o direito de dirigir nas duas categorias de forma separada.

Especialistas argumentam que, além de otimizar o tempo do candidato, a medida pode significar uma redução no valor do processo de até R$300,00.

Para tanto, o candidato deve se submeter a um único exame de aptidão física e mental, além da avaliação psicológica, tendo de ser aprovado em ambos para seguir o processo.


Entenda a diferença entre habilitação A e B. Habilitação A e B: saiba se é possível solicitar ao mesmo tempo e como fazer


As autoridades de trânsito são categóricas ao afirmar que ainda é cedo para considerar se de fato a mudança nos processos da habilitação A e B serão bem aceitas.

Isso porque, apesar da economia inicial, o candidato somente receberá a sua Permissão Para Dirigir, a chamada PPD, após ser aprovado em ambos os processos.

Logo, a situação pode fazer com que muitos candidatos desistam. Contudo, inicialmente, a mudança tem gerado grandes expectativas.


De acordo com a legislação vigente, a categoria A torna possível que o candidato se habilite para conduzir veículos de duas ou três rodas, com motor, com ou sem carro lateral.


São exemplos desse tipo de veículos:

  1. motocicletas;

  2. triciclos;

  3. motonetas;

  4. ciclomotores.


Já a categoria B é a mais buscada pelos candidatos à primeira habilitação.

Ela permite ao motorista habilitado conduzir veículos com até 8 passageiros e o peso tem que ser inferior a 3.500kg.


Esses veículos podem ser:

  1. os chamados “carros de passeio”;

  2. vans com até 8 lugares;

  3. carros de aluguel;

  4. táxi;

  5. caminhonete;

  6. camioneta.

Os habilitados na categoria B ainda podem conduzir os veículos com reboque e similares, desde que a soma do peso bruto seja de até 6.000 kg


Qual o valor da categoria A e B



Os valores variam de acordo com cada estado, pois existem taxas a serem pagas para:

  1. o Detran;

  2. a clínica onde serão realizados os exames físicos e psicológicos;

  3. a autoescola.


Como o candidato à habilitação A e B terá de pagar apenas um exame físico e psicológico, e também frequentar apenas uma vez o curso teórico, a economia estimada pode chegar a R$300,00, de acordo com especialistas. Habilitação A e B: saiba se é possível solicitar ao mesmo tempo e como fazer


Para você ter uma ideia, no estado do Rio Grande do Sul, em média, somados todos os custos, os candidatos deverão desembolsar:

  1. Categoria A: R$ R$ 2.111,54.

  2. Categoria B: R$ 2.458,36.

  3. Categoria AB: R$ 3.906,99.


*As informações acima foram retiradas da página oficial do Detran RS no ano de 2021.

Para saber o valor das taxas cobradas no seu estado, entre no site do Detran da sua região.


Saiba qual o procedimento para solicitar a habilitação A e B juntas


De acordo com o parágrafo 2ª da Resolução 789/20, podem solicitar a habilitação A e B o candidato que solicitar à entidade de trânsito do seu estado a abertura do processo de habilitação.


Para tanto, é preciso preencher os seguintes requisitos:

  1. ser penalmente imputável, ou seja, maior de 18 anos;

  2. ser alfabetizado;

  3. possuir documento de identidade;

  4. possuir Cadastro de Pessoa Física (CPF).


O parágrafo segundo do artigo ainda determina que o candidato deverá se submeter a um único exame de aptidão física, além do exame mental e avaliação psicológica.

Sendo aprovado, poderá prosseguir nos processos, desde que considerado apto para ambas.


Curso prático


Com relação às etapas do curso prático, o candidato precisa respeitar a carga horária total das duas categorias.

Isso quer dizer que ele deverá cumprir 20 horas/aula tanto na categoria A quanto na B.

Já o curso teórico é único. Isso acontece porque o conteúdo é o mesmo.


Para conquistar a CNH é preciso ser aprovado nas duas categorias


Para conquistar a Permissão Para Dirigir (PPD) e, posteriormente, a CNH, o candidato que se inscrever na categoria A e B precisa ser aprovado nos dois exames, obrigatoriamente.


Além disso, caso o candidato, no decorrer do processo, por qualquer razão, decidir por desistir de uma das categorias, ele tem o direito de fazê-lo.

No entanto, perderá todas as etapas já realizadas referentes à categoria que renunciou.


Logo, ao renunciar a uma das categorias, o candidato terá todo o processo dessa categoria cancelado.

No futuro, caso deseje, terá de se submeter a um novo processo para tirar uma adição como se fosse um iniciante.

Portanto, obrigatoriamente deve se submeter a novo exame médico e psicológico e cumprir a carga horária da categoria que deseja adicionar à sua CNH.


Minas Gerais foi último estado a aderir à habilitação A e B


Não foram todos os estados que aderiram de imediato à resolução que concede ao candidato a possibilidade de tirar a habilitação A e B ao mesmo tempo.

O Departamento Estadual de Trânsito de Minas Gerais (Detran/MG) foi o último a aderir à normativa.


Com isso, finalmente, os candidatos à primeira habilitação no estado poderão dar início à pauta em duas categorias de forma simultânea.

Assim, poderão dar sequência ao processo para tirar a carteira de motorista com somente uma Licença de Aprendizagem de Direção Veicular (LADV).

Como vimos ao longo desta leitura, o processo conjunto da habilitação A e B visa facilitar a vida do candidato que deseja conquistar a sua CNH, e tem como finalidade ainda reduzir os custos com o processo.


2 visualizações0 comentário
bottom of page