top of page

Tudo sobre troca de PPD para CNH DEFINITIVA


Tudo sobre troca de PPD para CNH DEFINITIVA
Tudo sobre troca de PPD para CNH DEFINITIVA

A troca da PPD para CNH é o momento mais esperado pelos novos condutores, pois representa uma grande conquista.

Mas, para ir da Permissão para Dirigir (PPD) ao direito de conquistar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) Definitiva, é preciso ter uma conduta responsável no trânsito.

Afinal, é neste período que você adquire a experiência necessária para atuar de forma segura no dia a dia ao volante.

Nesse cenário, você deve estar se perguntando quais são as condutas necessárias para conquistar a CNH definitiva e por que existe este processo, não é mesmo?


Qual é a diferença entre PPD e CNH?


Também conhecida como carteira provisória, a PPD é concedida ao indivíduo assim que ele é aprovado no exame prático de direção.

Ou seja, todo candidato que preenche os requisitos e passa nos exames médico, psicológico, legislação e prático de direção, ao final dos processos, receberá a Permissão Para Dirigir por 12 meses.

Após esse período, a PPD  deve ser substituída pela Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Já a CNH é um documento definitivo que só é liberado caso o motorista não tenha cometido nenhuma infração grave, gravíssima ou duas médias durante o uso da PPD.

Logo, podemos concluir que o motivo da existência da PPD é assegurar que o motorista adquira uma maior experiência no trânsito, e que também tenha uma conduta responsável.


Quais são os benefícios da PPD para o condutor e para a segurança no trânsito? Tudo sobre troca de PPD para CNH DEFINITIVA


Mesmo sabendo a razão da existência da PPD, você ainda pode não ter se convencido da necessidade dessa burocracia, não é verdade?

Bem, assim como há um prazo de avaliação de um novo funcionário quando ele ingressa na empresa, também existe o prazo de avaliação para o condutor que conquistou a habilitação há pouco tempo.

Trata-se de um período muito importante e deve ser conduzido com sabedoria.

Logo, se você conquistou a sua PPD, não deixe de dirigir! Adquira o máximo de experiência possível.

Dessa forma, você rapidamente aumentará a sua expertise no trânsito, colaborando para que você também se sinta mais seguro.


Quem tem direito à CNH?


De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro e, como adiantamos, a troca da PPD para CNH se faz após os 12 meses.

Mas, para isso, é preciso que o condutor cumpra todas as exigências legais e não tenha cometido nenhuma infração grave, gravíssima ou duas médias durante o uso da PPD.

Pode parecer um processo burocrático, não é mesmo? Tudo sobre troca de PPD para CNH DEFINITIVA

Mas, fique despreocupado! Adotando a direção defensiva e cumprindo a legislação de trânsito, torna-se simples ter os requisitos necessários para garantir a sua CNH.


Como fazer a troca da PPD para CNH?


Para fazer a troca da PPD para a CNH é simples. Basta entrar no site ou aplicativo do Detran de seu Estado e solicitar o envio da CNH.

Para tal, não há a necessidade de refazer os exames, basta somente comprovar o não cometimento das infrações e:

  1. estar com a CNH Provisória vencida, pelo período mínimo de 1 dia;

  2. quitar os débitos constantes do seu prontuário, caso haja alguma infração.

Também é preciso apresentar os seguintes documentos, originais e cópia para requerer a sua CNH permanente:

  1. CNH provisória.

  2. Documento de identificação reconhecido pela legislação federal (RG, CNH ou Carteira Profissional), sendo que não são aceitos os seguintes documentos: passaporte, carteira de trabalho e carteira de reservista.

  3. Se houve extravio da permissão, deverá ser apresentado o Boletim de Ocorrência.

  4. Comprovação de residência.

  5. Cadastro de Pessoa Física, o CPF.

É necessário pagar uma taxa. Para isso, é gerada uma DAS no site do Detran do seu estado, e a taxa pode ser paga até o vencimento em qualquer banco.

Após o vencimento, será preciso fazer uma nova solicitação e gerar uma nova DAS.

Após isso, aproveite sua CNH e evite ao máximo cometer infrações. Além disso, esteja atento à validade de sua habilitação e a renove com prontidão assim que o prazo de vencimento se aproximar.

Com isso, você garante o seu direito de dirigir  e evita penalidades.


Como fica a renovação da CNH após a nova Lei de Trânsito?


No dia 12 de abril de 2021 entra em vigor a nova lei de trânsito.

Com isso, quem fizer o exame para dar entrada no processo de habilitação e for aprovado, após esta data, poderá ter o prazo de renovação da CNH definitiva estendida pelo prazo de 10 anos.

Assim, passando um ano da PPD, o condutor terá pouco menos de nove anos para renovar a CNH., já que o prazo passa a contar a partir da aprovação de seus exames de aptidão física e mental.

Veja como fica as regras para a renovação da CNH com a nova lei de trânsito:

  1. 10 anos para condutores até 49 anos de idade;

  2. 5 anos para condutores entre 50 e 69 anos de idade;

  3. 3 anos para motoristas a partir de 70 anos de idade.

Essa norma pode sofrer alteração caso seja constatada alguma alteração na saúde do condutor, como a necessidade do uso de óculos, por exemplo.

A sinalização de necessidade de avaliação especial fica sempre à critério do médico perito responsável pela avaliação do condutor.

Vale ressaltar que a PPD não é renovada, mas concedida, e depois trocada pela CNH.


Por que a segurança no trânsito deve ser uma prioridade?


A essa altura você já compreendeu a diferença entre PPD e CNH, bem como já conhece as condutas necessárias para conquistar e manter ambas.

Dito isso, esse momento é destinado a realização de uma reflexão muito relevante, e que é pouco levada em consideração nos tempos atuais: o fato de que todas as regras de trânsito têm uma finalidade.

Muitas pessoas podem se sentir incomodadas e imaginar que essas regras não são necessárias, ou são excessivas e, consequentemente, podem descumpri-las.

Porém, lembre-se que existem profissionais que são especialistas em trânsito e que, cada mínima decisão é tomada com o objetivo de melhorar e adaptar o dia a dia nas ruas, a fim de atender às necessidades da população.

Logo, cada regra existe para prevenir que um problema aconteça. Ou seja, são destinadas para garantir a segurança no trânsito.

E a segurança deve ser vista como uma prioridade porque toda a população está inserida no dia a dia no trânsito, seja como pedestre ou condutor.

Ou seja, a ação consciente nas ruas implica na preservação da vida das pessoas e na fluidez dos trâmites sociais.

Como vimos, a troca da PPD para CNH é um processo simples e necessário para garantir mais segurança no trânsito. Portanto, os primeiros 12 meses não devem ser considerados negativos. Ao contrário, eles são fundamentais para a aquisição da experiência necessária para conduzir seu veículo com segurança e fluidez no trânsito.


26 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page